Você está sendo, realmente, um empreendedor?

10/05/2017

“Onde os outros vêem problemas, o empreendedor vê oportunidades.”
Ditado Empresarial

O Brasil, principalmente o setor de varejo, tem muitos empresários ou donos de empresas mas, normalmente, os que mais se destacam e obtêm sucesso profissional são aqueles que são verdadeiros empreendedores.

E, ao contrário do que muitos pensam, as características empreendedoras não são fruto somente de uma herança genética, sendo possível aprender a ser empreendedor. Logo, você precisa ter em mente que se quiser pode, gradativamente, adotar um comportamento empreendedor, o que aumenta as chances do seu sucesso profissional.

É importante ressaltar que podemos ter vários tipos de profissionais empreendedores. Existe o empresário empreendedor que inicia e administra a sua própria empresa. Há também o gerente empreendedor, que faz a gestão da sua loja como se ele fosse o próprio dono. Temos também muitos profissionais autônomos e mesmo dirigentes públicos que podemos classificar como empreendedores devido às suas atitudes. Enfim, a palavra empreendedorismo, uma tradução do termo inglês “entrepreneurship”, pode ser aplicada para vários tipos de profissionais, desde que estes se comportem, na prática, como verdadeiros empreendedores.

A seguir, alguns aspectos que esclarecem melhor as verdadeiras características comportamentais de um empreendedor:

  • É sonhador, mas sempre transforma os seus sonhos em metas.
  • Suas metas, apesar de ousadas, são realistas, ou seja, elas podem ser alcançáveis. Tem muita iniciativa e procura fazer as coisas antes de solicitado.
  • Está sempre pensando em expandir seu negócio. Quando atua no varejo deseja sempre ter uma loja maior, abrir novas lojas, vender novos produtos ou prestar novos serviços.
  • Está sempre analisando e aproveitando oportunidades.
  • É muito persistente e não desiste de suas metas, mesmo quando os obstáculos são significativos. Aceita desafios e corre riscos calculados.
  • Está constantemente buscando formas, mais rápidas e mais baratas, para fazer melhor as coisas. Busca sempre superar os seus padrões de excelência.
  • É extremamente comprometido e aceita fazer grandes esforços e sacrifícios para atingir os seus objetivos.
  • É um trabalhador incansável e está, permanentemente, colaborando com a sua equipe e demais parceiros.
  • É voltado para resultados de longo prazo e seus objetivos são desafiantes e têm significado pessoal.
  • Dedica-se, pessoalmente, a obter informações sobre seu negócio (sobre clientes, fornecedores, concorrentes e outros).
  • Está sempre buscando a ajuda de consultores especialistas na gestão dos seus negócios. Tem consciência da importância do planejamento e, por isso, planeja com antecedência as suas atividades.
  • Adota procedimentos de controle para acompanhar a evolução do planejamento e, baseado nessas informações, tomar decisões.
  • Não tem medo de revisar seus planos, recuando ou avançando nas suas posições. Não tem compromissos com erros.
  • Relaciona-se bem com todos, pois sabe que um bom relacionamento é fundamental para o sucesso dos negócios.
  • Tem, normalmente, boa capacidade de persuasão e de influenciar as pessoas com quem se relaciona.
  • É muito autoconfiante, mesmo diante de resultados iniciais desanimadores ou da opinião contrária dos outros.
  • Está sempre inovando. Não tem medo do novo. É otimista!

Como você pode perceber, o empreendedor é alguém que faz acontecer, alguém que realiza os seus sonhos. Uma sugestão que faço, para todos que queiram se autoavaliar e mesmo aprender um pouco mais sobre o empreendedorismo, é consultar o Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae) e participar do workshop denominado Empretec.

Livro: Gerenciando e Lucrando no Varejo (Lucas Izoton)

Todas as notícias